sábado, julho 11, 2009

QUE FITA VAI HOJE? - SATURDAY NIGHT LIVE

Falai no mau: à 1.15 a RTP1 passa As confissões de Schmidt (About Schmidt, 2002), com Jack Nicholson e Alexander Payne no seu pior. Em compensação a RTP Memória traz-nos a lembrança de Robert Redford, Paul Newsman, o argumentista William Goldmann e o realizador George Roy Hill no seu melhor, ou pelo menos no seu mais divertido e profissional: Butch Cassidy and the Sundance Kid (Dois homens e um destino, 1969 - estamos no limiar do flower power e todas as tristes ilusões bucólicas - ou não - dos 70). William "Nobody knows anything" Goldman (1931-) é um dos muitos argumentistas que fizeram do cinema de Hollywood grande parte do que ele é, embora pouca gente lhes preste a devida atenção. É também um dos grandes cronistas do espectáculo teatral e cinematográfico nos USA: The season, sobre o negócio do teatro, e Adventures in the Screen Trade, sobre cinema, são dois livros a ler - como se diz? - absolutamente, com proveito e imenso prazer. Paul Newman, em todo o seu ainda mais juvenil esplendor (trinte e sete anos bem conservados) está hoje também no TCM, às 21.30, em Corações na penumbra (Sweet Bird of Youth, 1962, de uma famosa peça de Tennesse Williams, dirigido por Richard Brooks). À mesma hora, no Hollywood, The American President (Uma noite com o Presidente, 1995, Rob Reiner), com Michael Douglas e Annette Bening: não é dos melhores filmes de Rob Reiner mas vale a pena ver os primeiros dez ou vinte minutos. Às 00.25, na TVI, uma incógnita interessante: Um trunfo na manga (Smoking Aces, 2006), de Joe Carnahan, o realizador de Narc (2002) um filme de mini-culto. Carnahan tem em preparação White Jazz (a partir do romance eléctrico de James Ellroy, o escritor de L.A. Confidential) e Killing Pablo (sobre Pablo Escobar, um rei da droga biografado pelo jornalista Mark Bowden, o autor de Black Hawk Down - de que saíu o filme do mesmo nome, de 2001, intitulado Cercados em Portugal). A RTP2 dedica a sua sessão de sábado a David Lynch: Mulholand Drive (2001) e o surrealista Eraserhead (No céu tudo é perfeito, 1977): para cinéfilos profissionais.

2 Comentários:

Blogger Carlos disse...

Belo blog. Principalmente por falares das sessoes duplas da rtp2.

segunda-feira, julho 13, 2009 12:09:00 da tarde  
Blogger Diogo disse...

Hoje vai: Explosion in USA

No Daily Show - A nossa única hipótese como país é o Osama bin Laden colocar e detonar uma grande bomba nos Estados Unidos

Jon Stewart: Ontem à noite estava a ver o programa do Glenn Beck na Fox News. Ele estava a falar com um ex-analista da CIA, Michael Scheuer, sobre como esta Administração não nos está a proteger dos terroristas… E depois ouvi uma coisa tão demente que ia caindo…

Michael Scheuer: A nossa única hipótese como país é o Osama bin Laden colocar e detonar uma grande bomba nos Estados Unidos. Só o Osama é capaz de executar um ataque que obrigue os americanos a exigir que o Governo os proteja.

Jon Stewart: Mas que m… foi aquela? E, já agora, sabem o que é fascinante na nossa cultura? Aposto que censuraram quando eu disse merda. Porque o Governo Federal decidiu proteger-vos e aos ouvidos dos vossos filhos desse tipo de linguagem. Entretanto, o gémeo malvado do Pai Natal [Michael Scheuer]... está à vontade para propor um massacre de americanos, para conseguir apoios para o programa de segurança dele.

Jon Stewart: Pois, aquele bin Laden é um desmancha-prazeres! Quando não queremos que ele mate americanos, ele mata, e quando queremos, não mata. É um parvalhão! E quando ele detonar uma bomba na América, esperemos que não seja nas partes "boas e verdadeiras".

Vídeo

segunda-feira, julho 13, 2009 8:26:00 da tarde  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial